Case Análise de Causa de Desgaste
12 de novembro de 2017
Análise de causa de corrosão
26 de novembro de 2017
Exibir tudo

19/11- Dia do Empreendedorismo Feminino

Cada vez mais mulheres têm se lançado como empreendedoras no País. O tempo em que o empreendedorismo feminino não era encorajado ficou no passado e, hoje, elas não somente administram seu próprio negócio como ocupam posições de grande destaque no mercado de trabalho. Em 2014, o país já tinha 7,9 milhões de empresárias e hoje o número e ainda superior.

Nós estamos na década das mulheres! Por isso, o termo ‘Empoderamento Feminino’ não sai de pauta. Consequentemente, uma parte desta tendência engloba e estimula o empreendedorismo feminino.

Mulheres já estão empreendendo mais do que homens, segundo uma pesquisa realizada pelo SEBRAE o empreendedorismo feminino cresceu 19% no último ano, enquanto o masculino aumentou somente 3%. Estes dados, por si só, já demonstram que o futuro dos negócios está nas mulheres empreendedoras.

Convém lembrar que segundo dados da ONU as mulheres, quando geradoras de renda, investem prioritariamente em educação e saúde para a família. Este tipo de investimento repercute diretamente na evolução econômica e social do país.

 

Por que o mundo precisa do dia do empreendedorismo feminino?

O principal objetivo do Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino é incentivar a entrada de mulheres no mundo dos negócios. Ele estimula mulheres líderes e empreendedoras a iniciar startups, impulsionar o crescimento econômico e fazer as comunidades espalhadas por todo o mundo prosperarem. Mais do que um dia comemorativo, ele é um movimento para aumentar a participação das mulheres no mercado de trabalho.

Há várias razões para esta data, entre elas:

  1. As mulheres têm uma participação menor no mercado de trabalho.
  2. As mulheres investem mais em capacitação (elas são maioria nos bancos universitários, em pós-graduação, MBA’s).
  3. 79 economias têm leis que restringem os tipos de trabalhos que as mulheres podem fazer.
  4. Globalmente, as mulheres recebem menos do que os homens.
  5. Quando mais mulheres trabalham, as economias crescem.

Mais informações: https://conube.com.br/blog/empreendedorismo-feminino/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *